A Terceira Guerra Mundial Começou

A Terceira Grande Guerra está em andamento. Um pouco antes do previsto, mas mais atrasada do que o necessário. Creio que, pelo menos, tenhamos aprendido um pouquinho em relação à Segunda Guerra.

Se você acha que estou exagerando, analisemos juntos as situações para ver se faz algum sentido meu raciocínio…

Considera-se como o marco inicial da Segunda Grande Guerra a invasão da Polônia pela Alemanha nazista de Hitler, seguida pela invasão da Polônia a leste pela União Soviética de Stálin. Os Soviéticos e os Alemães firmaram um acordo de não-agressão, mas França, Inglaterra e outros países da Grã-Bretanha declararam guerra à Alemanha logo depois.

Entretanto, claro que Hitler não sonhou com seu Império Alemão unificado em torno da raça ariana em uma noite e invadiu a Polônia na manhã seguinte: o processo que culminou por desencadear a Segunda Guerra começou muito antes, já na reorganização Europeia no pós-Guerra, a partir de 1919, quando o Império Alemão, esfacelado, dá origem à República de Weimar, democrática, endividada e enfraquecida. Coube justamente aos democratas a ingrata tarefa de negociar o fim da guerra. Sua situação só piora com o isolamento comercial e em seguida a crise de 1929. O povo alemão, humilhado e empobrecido, acaba culpando os social-democratas por sua situação e se volta a um líder militar ultra-nacionalista do Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores, que através de seus discursos inflamados contra os “inimigos do povo alemão” restaura seu orgulho. Este líder você já sabe quem é…

A raiz de todos os problemas Alemães está no acordo firmado no final da primeira guerra. O fato é que a guerra nunca acabou. Vários conflitos secundários se seguiram em diferentes regiões do globo. O orgulho Nazista alemão e o orgulho Soviético se encontraram quando decidiram quase simultaneamente extinguir a Polônia, país que só foi reestabelecido justamente como parte do armistício do pós-primeira-guerra. Vê como tudo dá voltas? A Segunda Guerra na verdade foi a continuação da Primeira.

Porque chegamos a este ponto? Há quem diga que deixaram Hitler crescer muito sem supervisão. Ele pegou um povo humilhado e criou seu exército de doidos assassinos. Sem supervisão nenhuma. Ou melhor, sob as barbas da Inglaterra, da França e dos Estados Unidos, que preferiam não interferir nos “problemas internos da Alemanha”. Ora, estes problemas internos da Alemanha foram causados por eles mesmos com a negociação do pós-primeira-guerra!!

Em que situação nos encontramos hoje? Ora, o mundo árabe foi redesenhado no pós-segunda-guerra… O ditador do Iraque oprimia os não-Sunitas. O ditador da Síria impôs seu modelo de Estado. O ditador militar do Egito impôs sua república democrática de fachada. E assim por diante, o povo árabe, oprimido começa a se revoltar contra seus opressores. No caso de Saddam Hussein, nem deu tempo, pois a interferência Norteamericana o derrubou.

Um povo oprimido, invadido, liderado por elites diversas, amigos dos Estados Unidos… Hmmmm Alguma semelhança?

Então, um grupo de loucos começa a invadir cidades e conquistar territórios, para criar seu modelo-ideal de País, uma República Islâmica, na verdade um Estado Islâmico (pois República é coisa de Ocidental, né?)… Você percebe mais alguma semelhança? Nenhum país, por enquanto, foi extinto, mas partes da Síria e do Iraque já estão sob controle do EI.

A França que, junto com os Estados Unidos apoiou os rebeldes da Síria, acabou sofrendo ataques terroristas em Paris, e declara Guerra ao Estado Islâmico. Russia e Estados Unidos também seguem, com discurso suficientemente agressivo, ainda sem falar em “Guerra” oficialmente. Muitas pessoas hoje dizem que deixaram o Estado Islâmico ganhar muito espaço, que deveriam ter acabado com eles antes. Vê mais alguma semelhança? Pois é…

Agora a diferença: Hitler representava um Estado, um País e uma Nação. O Estado Islâmico representa um Estado não-reconhecido. Não possuem País, apenas regiões ocupadas, nem Nação, apenas seguidores. Aliás, creio que o nosso conceito de “País” não se enquadra nas visões deles…

Aparentemente, então, deixamos mais uma vez um grupo de gente louca surgir e tocar o terror. O mundo reagiu. Demorou, mas reagiu. Não demorou tanto quanto na Segunda Guerra, mas demorou. Mas reagiu. Será que então aprendemos algo com a Segunda Guerra? Será que reagimos a tempo, antes de que um mal maior ainda aconteça?

Se isso não é a Terceira Guerra Mundial, eu não sei o que isso é.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s